1.8.11

“O corpo de uma mulher é
como um instrumento musical,
imprevisível, desconhecido e sutil.






A vibração que ele emite,
vai depender de quem o toca.”

Nenhum comentário: