14.9.11

Provocação

"Corpos suplicantes do insurgimento do Outro
Faces dilaceradas, acompanhadas de almas discrédulas
Porções de Eu sem sentimentos para o externo
Perde-se o limite do Outro
Perde-se a dignidade da dor
Se perde.
Um som de lamúria
Nas sombras de tudo o que não restou
Os últimos dias em que se mostrou o Homem
O Ser que já não é
Apenas pesos
Massas de carne.
Provoque-se
Descubra o que você é ainda que não se reconheça".

Nenhum comentário: