3.10.11

Dedilha-me

Carne na carne, pele na pele, você misturado em mim e eu diluída completamente em ti. 
Cada toque teu, suave e ardente ao mesmo tempo, faz com que eu entre em uma gama de loucuras e atrevimentos. 
Da tua boca saem palavras nada comedidas, pedindo para que eu tenha cada vez mais prazer ao sentir as tuas dedilhadas um tanto provocantes.
Coma-me!Toca-me, fazendo com que eu gema infinitas vezes! Faz-me tua por inteira, que é isso que meu corpo - insensato e atrevido - quer.''

Nenhum comentário: