7.11.11

É disso que ele se lembra enquanto estou deitada
com o corpo quente em seus braços.
Ilusões e sonhos.
O sangue que ele derrama dentro de mim com gemidos de prazer,
as mordidas em minha carne,
meu odor em seus dedos,
tudo isso desaparece diante da potência do conto de fadas.

2 comentários:

Íntimas Intenções by Anita disse...

Ahhh...contos de fadas! Sempre estragam com aquele: e foram felizes para sempre.

O pra sempre é o exato momento da explosão de prazer que sentimos nessas horas.

Beijos e uma semana saborosa!

Mr. Mystery disse...

O pra sempre impede-nos muitas vezes de viver o momento, de viver intensamente, de desfrutar da paixão, aproveitar a jornada ai invés de viver na ânsia da chegada... pode não ser para sempre... mas nas palavras de Vinicius de Morais... "que não seja imortal posto que é chama... mas que seja imortal enquanto dure."

;)
Bjos