28.11.11

Fêmea Dominada

Quando me enrosca
Minha solidão sai de mansinho
Vou sem receio, sem razão.
Ofereço-te meu ninho.Teu corpo ganha
Meu desejo sincero, meu desejo melado
Vou sem resistencia.Explicita, aberta, oferecida.
Uma fera domada, amarrada, despudorada.
Sem pureza e cheia de safadeza.
Vem , me descontrola, me suja, se apodera...
Me enche de amor.
Sou fêmea perdida, alucinada, dominada
Fêmea escandalosa, fêmea molhada