24.2.12

Nosso soar

(...)
Eu amo quando fazemos amor 
Mesmo quando o fazemos calados
No silêncio que só nossa entrega conhece
Onde o que precisa ser dito acontece
No soar do teu corpo e do meu

Nenhum comentário: