21.5.12

Teu corpo

Teu corpo seria meu porto, meu refúgio, meu destino.
E a cada segundo, em total magnetismo, me desnudava entre os lençóis.
Nossos olhares se fixaram... Nossos braços se encontraram...
Nossas bocas se tocaram... E nada precisou ser dito.
Tudo foi compartilhado... Sentido... Vivido...
Intensamente aprendido.
Para termos sempre, dentro de nós...
A doce lembrança de que hoje não precisamos mais de lençóis. 
 

3 comentários:

~^~ Lena Lopez ~^~ disse...

Lindo texto e imagens deliciosas!
BJOS
Lena

O Sussurrar do Corpo disse...

bonito hoje precisam de vós...um sussurro

Fênix27 disse...

Amiga,um post que nos fas suspirar,sussurros é muito bom.
Obrigado por visitar o meu blog,amiga peço-te um favor caso possa.
No post de ontem com o título Ofensas,deixo o link:http://wwwavivarcel.blogspot.com.br/2012/05/ofensas.html
Gostaria muito da tua opinião se não for abusar da sua boa vontade.
Fica com Deus.
Bjos.