27.7.12

Você em mim

Quero seus quadris junto aos meus quadris. 
Quero a curva silenciosa da tua boca fazer ruído no meu lábio inferior desajustado. 
Quero o vão da tua coluna se perdendo em minhas mãos. Quero o calor de suas coxas entre o calor das minhas coxas.
 Quero o seu olhar perdido em meu olhar e quero, mais que tudo isso, dizer que te amo assim, 
baixinho no teu ouvido feito uma canção de amor, feito pra dar paz. 
Te fazer dormir.

2 comentários:

1manview disse...

Fazendo amor ...

texto maravilhoso ...

abraços

1Manview

• Eva Correia disse...

.. Hum, caprichou nesse contexto querida Mìíh!
Fazer essa entrega é como aquela essencia que acabei de comentar, nós deveriamos ter doses repetidas e diarias, que isso fosse apenas um começo para que o dia, a noite esteja sempre ardente... nunca fria, frio.
Apenas constante.

Beijos Meus