25.8.12

E quando...

"E quando me escrevias, era tão belo o que me contavas que me despia para ler as tuas cartas. 
Só nua eu te podia ler." 
 

2 comentários:

Pat_St disse...

A memória da pele...
Adorável, minha amiga!
Um beijo Mìih

Eros disse...

Cartas de Amor redigidas na pele... como eu as Amo!