11.1.13

Na solidão da noite

É na solidão da noite
Quando o olhar vaga incerto
Que me descubro em teu destino
É no silêncio da madrugada insone
Quando nada mais me chama
Que meu corpo te pronuncia
E meu coração confidencia a tua falta
É no deambular do pensamento
Que a minha saudade regressa a ti
E despido de todos os segredos
Meu corpo abraça a tua ausência
É no suspiro do amor que fulge
No meneio do desejo, sem qualquer receio
Na nudez do confessar-te tua
Que meu olhar te oferece ao meu sonho.
 

5 comentários:

Eros disse...

Palavras que nos arrancam um daqueles Suspiros bem fundos...

Beijo minha Querida Míìh!

• Eva Correia disse...

.. Toda maravilhosa, que intensidade nesses versos, até fiquei em borbulhas, perdida, mas totalmente presa do começo ao fim deste sonho, que mais tem pedaço e sabor de realidade.

Beijos com Carinhos Meus

~^~ Lena Lopez ~^~ disse...

Quando amamos, até a solidão e a saudade fazem sentido!
BJOS
Lena

{myrah} de ALDO disse...

Bom ler emoção ...
Feliz 2013.

Flores de {myrah} de ALDO

Madame K disse...

Passando para conhecer seu cantinho de Razões, Emoções e Desejos... Adorei... Seguindo-te... Venho mais vezes para deixar-me seduzir... Beijokas sedutoras em você... Madame K...
http://seduzirossentidos.blogspot.com.br/