11.1.13

Na solidão da noite

É na solidão da noite
Quando o olhar vaga incerto
Que me descubro em teu destino
É no silêncio da madrugada insone
Quando nada mais me chama
Que meu corpo te pronuncia
E meu coração confidencia a tua falta
É no deambular do pensamento
Que a minha saudade regressa a ti
E despido de todos os segredos
Meu corpo abraça a tua ausência
É no suspiro do amor que fulge
No meneio do desejo, sem qualquer receio
Na nudez do confessar-te tua
Que meu olhar te oferece ao meu sonho.
 

5 comentários:

Eros disse...

Palavras que nos arrancam um daqueles Suspiros bem fundos...

Beijo minha Querida Míìh!

Anônimo disse...

.. Toda maravilhosa, que intensidade nesses versos, até fiquei em borbulhas, perdida, mas totalmente presa do começo ao fim deste sonho, que mais tem pedaço e sabor de realidade.

Beijos com Carinhos Meus

~^~ Lena Lopez ~^~ disse...

Quando amamos, até a solidão e a saudade fazem sentido!
BJOS
Lena

{myrah} de ALDO disse...

Bom ler emoção ...
Feliz 2013.

Flores de {myrah} de ALDO

Madame K disse...

Passando para conhecer seu cantinho de Razões, Emoções e Desejos... Adorei... Seguindo-te... Venho mais vezes para deixar-me seduzir... Beijokas sedutoras em você... Madame K...
http://seduzirossentidos.blogspot.com.br/