20.7.13

Quem me dera...

Quem me dera
As palavras o trouxessem
Até meu corpo
E com sua boca me devorasse.
Quem me dera
O tempo parasse
No gozo
Na aflição dos corações pulsando
Da respiração uníssona.
Quem me dera
Despisse minha alma

Meu corpo nu lateja
Sente sede
E cede ao tormento,
Ao desejo.
Quem me dera
Ser tomada
Ter os olhos violados
Velados
Cegados por tuas mãos.
 
Quem me dera
Ser sua música
Sua dança
Musa
Lira
Cantar em seu deleite.
Quem me dera
Desfruta
A fruta
A polpa
E todo suor que escorre de mim.
 

Um comentário:

DARKMOONDOUBLE disse...


Cantar em seu deleite!
Frase linda e conceito meigo de carinho.
Parabens pelo blog.