18.8.13

Beija-me

Beija-me,
Beija-me fugazmente
Beija-me num gemido quente
Num beijo que me alimente a alma
Beija-me por tudo e por nada...
Quero ser a mais amada
No fim da tarde calma.

Beija-me por dentro e por fora,
Beija-me a toda a hora,
Que o meu coração agradece.
Beija-me num beijo molhado
Aquele beijo de pecado
Onde amor se aquece...

Beija-me,
Beija-me mais uma vez
Beija-me na embriaguez
Dos beijos que nunca me deste
Beija-me como se fosse verdade
Deixa-me sentir a saudade
Dos beijos que ainda não deste.

Um comentário:

Fabio Fan disse...

Belo poema me deixou vesgo rsrsrs