13.7.14

O amor, meu amor

[...]Tu me bebes
E eu me converto na tua sede. 
Meus lábios mordem,
meus dentes beijam,
minha pele te veste,
e ficas ainda mais despida. [...]



5 comentários:

In correto disse...

E é no despir-se que todos os mistérios, por mais engavetados, tornam-se fetiches e desejos loucos a serem ungidos em prazer!

Jorge disse...

Um tesão, este teu post...

Almeida Lucius™ disse...

Tb tenho dois Blogs cada um com as nunces que vivem dentro de mim, o almeida mais safado, e deixo o link do Ulisses que é mais romântico, gostei dos dois, parabéns!!!

http://ulissespoemas.blogspot.com.br/

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

Delícia de post...
A foto do homem tirando a calcinha dela com a boca é mesmo um tesão..

Ly disse...

vibrante
um sussurro